16 de jul de 2015

Ciclo de vida de embalagens

imagem: jogo de resíduos online
Todos os produtos interagem com o meio ambiente no consumo de recursos da natureza e em emissões de refugos ou poluentes, que por sua vez resultam em impactos ambientais no ar, água, e/ou solo. Temos por exemplo, no caso dos alimentos, o desgaste da terra no seu plantio e cultivo, incluindo o consumo de água e fertilizantes, o combustível e energia das máquinas colhedeiras, o processo de industrialização, entre outros.


No caso das embalagens temos a fabricação das matérias-primas e insumos, o impacto gerado pelo seu transporte, a energia dos equipamentos de conversão da embalagem, a geração de refugos, entre outros  aspectos.  

Os impactos ambientais de uma embalagem são em grande parte determinados pelas entradas e saídas de materiais e energia geradas em todos os estágios do seu ciclo de vida. Os impactos ambientais abrangem também a forma de uso da embalagem (e do produto) e de seu descarte.



Ciclo de vida

A abordagem de ciclo de vida é usada para identificar os aspectos e impactos ambientais que ocorrem durante o ciclo de vida completo da embalagem, desde a extração da matéria-prima, fabricação, uso e seu descarte, auxiliando assim a definir as diretrizes do projeto de melhorias ambientais.

É importante considerar todos os estágios do ciclo de vida da embalagem, além de conhecer como estas podem afetar o meio ambiente nos diferentes estágios. Deve-se garantir que qualquer melhoria efetuada num determinado estágio do processo fabril ou estrutura da embalagem não prejudique, mesmo que 
involuntariamente, o impacto ambiental em outros estágios.

Por meio da Análise de Ciclo de Vida diferentes critérios ambientais podem ser considerados avaliando-se melhorias sob uma ampla variedade de impactos potenciais, tais como:

• Redução de massa ou volume da embalagem
   - economia de matérias-primas
   - redução do volume de resíduo gerado
   - otimização de transporte

• Melhoria da eficiência energética no processo de fabricação da embalagem
   ou definição de novos processos produtivos e de reciclagem

• Prolongamento da vida da embalagem e do produto, proporcionando formas de reutilização e     aproveitamento, reduzindo a necessidade de extração de novos recursos naturais.

• Escolha de matérias-primas de menor impacto ambiental, e que sejam compatíveis entre si em termos de reciclagem ou que tenham sua separação facilitada, neste último caso, proporcionando a reutilização de algumas das partes ou possibilitando a sua reciclagem.


O processo de comunicação também é fundamental para o uso e disposição final adequados de uma embalagem, devendo os consumidores ser informados sobre:

• Características da embalagem e suas vantagens ambientais.
• Uso adequado da embalagem.
• Identificação da matéria-prima de todos os componentes.
• Formas de reaproveitamento da embalagem.
• Forma de desmontagem e destinação adequada.

Para saber mais: ABRE - Cartilhas (ISO 14.062)
Texto da cartilha Embalagens e Aspectos Ambientais (ABRE)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário